sexta-feira, 26 de setembro de 2008

São Cristovão F.R.

1956

Em pé: Benedito, Osmindo, Décio, Jorge, Ivan e Geraldo.
Agachados: Mirinho,Paulinho, Nônô, Ademar e Olivar.


Crédito: http://www.museudosesportes.com.br/noticia.php?id=2182

Apelido: São Cristóvão
Nome Real: São Cristovão de Futebol e Regatas
Fundação: 12/10/1898
Endereço: R Figueira de Melo 200 / São Cristovão
CEP:20941-000 - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 589-0559
Estádio: Figueira de Mello (8.000)
Uniforme: Branca com listras pretas e brancas na gola, branco, brancas

Principais Títulos

Estadual Carioca 1a. Divisão: 1926
Torneio Municipal: 1943

Torneio Início: 1918,1928,1933(AMEA),1937(FMD)
Campeão Carioca SubLiga: 1933
Campeão de Acesso: 1965

SÃO CRISTOVÃO (RJ) 2 X 1 OLARIA (RJ)
Data: 30/05/1965
Campeonato Carioca / Divisão de Acesso
Local: Rua Figueira de Melo
Público: 1243 pagantes
Árbitro: Guálter Portela Filho
Auxiliares: Antonio Viug e José Gomes Sobrinho
Gols: Toni, Jorge (2)
SÃO CRISTOVÃO: Balbino, Edson, Moisés, Elton, Turcão, Elizeu e Jair,Calazans, Jorge, Gilberto e Fraga
OLARIA
: Edmar, Ouraci, Mafra, Osmani e Décio Brito, Marcus e Décio Esteves, Valter, Antoninho, Oton e Toni

FLAMENGO (RJ) 1 x 5 SÃO CRISTOVÃO (RJ)
Campeonato Carioca de 1926
Data: 21/11/1926
Local: Estádio da Rua Paysandu / Rio de Janeiro
Árbitro: Carlos Martins da Rocha
Gols: Allemand, Octávio (2) e Vicente (3)
FLAMENGO: Amado; Pennaforte e Hélcio; Favorino, Flávio (Alfredo) e Japonês; Allemand, Aché, Nonô, Fragoso (Vadinho) e Moderato
SÃO CRISTOVÃO: Paulino; Póvoa e Zé Luiz; Julinho, Henrique e Alberto Corrêa; Oswaldo, Octávio, Vicente, Arthur e Teófilo
Obs: Com este resultado o São Cristovão sagrou-se Campeão Carioca de 1926

VASCO DA GAMA (RJ) 3 X 0 SÃO CRISTOVÃO (RJ)
Data : 01/09/1974
Campeonato Estadual
Local : Estádio São Januário / Rio De Janeiro
Arbitro : Artur Ribeiro Araújo
Gols : Roberto Dinamite 24/1º, Zanata 24/2º e Roberto Dinamite 41/2º
VASCO DA GAMA: Carlos Henrique, Fidélis, Joel Santana, Miguel (Gaúcho), Paulo César; Alcir, Zanata, Jorginho Carvoeiro, Peres, Roberto Dinamite e Luis Carlos / Técnico : Mário Travaglini
SÃO CRISTOVÃO: César (Henrique), Júlio, Nélio, Dias, Mílton, Madeira (Ivo Sodré), Zé Paulo, Rafa, Neném, Sena e Badu

SÃO CRISTÓVÃO (RJ) 11 x 1 MANGUEIRA (RJ)
Data: 29 / 06 /1919
Campeonato Carioca
Local: Rua Figueira de Mello
Gols: Braz de Oliveira (6), Renato Vinhaes (2), Dornelles (2) e Barcellos; Moacyr
Árbitro: Guilherme Pastor
SÃO CRISTOVÃO:
Carnaval, Hugo e Reynaldo; Castrinho, Luiz Vinhaes e Martins; Renato Vinhaes, Dornelles, Braz de Oliveira, Barcellos e Iracy.
MANGUEIRA:Joãozinho, Bebeto e Borgerth; Mário, Renato e Moacyr; Rodolpho, Motta, Simas, Romeu e João.
Obs: Prova Eliminatória (último colocado da 1ª divisão x campeão da 2ª divisão):

SÃO CRISTÓVÃO (RJ) 5 x 3 CARIOCA (RJ)
Data:
14 / 01 / 1917
Local: Rua Campos Salles / Rio de Janeiro
Árbitro: Ávila B. de Mello
Gols: Agenor e Rollo; Pedro, Dutra, Apollo, Sylvio, Apollo e Rubens Portocarrero
SÃO CRISTÓVÃO: Luiz ‘Lulú’ Cardoso, Rubens Portocarrero e Moitinho;
Cantuária, Sebastião e Altanero; Pederneiras, Apollo, Rollo, Sylvio e Heitor ‘Leão’.
CARIOCA: Felippe, Waldemar e Valentim; Chiccarino II, Braz "Bahica" e Santos;
Torres, Jovelino, Pedro, Agenor e Dutra
Obs: Prova Eliminatória (último colocado da 1ª divisão x campeão da 2ª divisão) / Com este resultado o São Cristovão permaneceu na 1ª divisão

VASCO DA GAMA (RJ) 4 X 0 SÃO CRISTOVÃO (RJ)
Data : 09/08/1958
Campeonato Carioca
Local : Estádio Do Maracanã / Rio De Janeiro
Arbitro : Antônio Viug Gols : Vavá(2), Wilson Moreira(2)
VASCO DA GAMA: Barbosa, Paulinho, Bellini, Coronel, Écio, Laerte, Sabará, Wilson Moreira, Vavá, Rubens e Pinga / Técnico : Gradim
SÃO CRISTOVÃO: Humberto, Osmindo, Nélson, Gilberto, Medeiros, Décio, Geraldo, Valdir, Genivaldo, Hélio Cruz e Oliveira

3 comentários:

Saulo Milleri Biral disse...

Eu lembro do São Cristóvão no campeonato carioca da primeira divisão. Pena que o clube caiu muito e não voltou para a elite do estadual. Eu queria ver o São Cristóvão no cariocão novamente.

Anônimo disse...

Contava a minha avô que o pai dela, portugues e trabalhador do bairro de São Cristovão era tocedor do time cadete assim como ela. Por pressão de meu avô, tricolor fanático ela acabou torcendo para o club das laranjeiras, porém nunca deixou de torcer pelo time de seu pai. Gostaria, sim que o São cristovão voltasse a primeira divisão.
Alfredo

Jean Luiz Trevisan disse...

Gostaria de saber alguma coisa sobre o defensor do São Cristovão Mundinho, da equipe campeã de 1943.