segunda-feira, 20 de outubro de 2008

C.R. Vasco da Gama

1983

Apelido: Vasco da Gama
Nome Real: Club de Regatas Vasco da Gama
Fundação: 21/8/1898
Endereço: Rua General Almério de Moura 131 / Vasco da Gama
CEP:20921-060 - Rio de Janeiro/RJ
Telefone: (21) 580-7373
Estádio: São Januário (35.000)
Uniforme: Preta com listra diagonal branca e Cruz de Malta no peito
Web Site: http://www.crvascodagama.com/

Principais Títulos

Campeonato Sul-americano: 1948
Copa Libertadores: 1998
Copa Mercosul: 2000
Campeonato Brasileiros: 1974, 1989, 1997, 2000
Torneio Rio-São Paulo: 1958, 1966, 1999
Campeonato carioca: 1923, 1924, 1929, 1934, 1936, 1945, 1947, 1949, 1950, 1952, 1956, 1958, 1970, 1977, 1982, 1987, 1988, 1992, 1993, 1994, 1998, 2003


VASCO DA GAMA (RJ) 1 X 0 NÁUTICO (PE)
Data : 14/04/1983
Campeonato Brasileiro
Local : Estádio Do Arruda / Recife
Arbitro : Romualdo Arpi Filho
Público : 41.020
Gols : Roberto Dinamite 23/2º
VASCO DA GAMA: Acácio, Galvão, Orlando Fumaça, Celso, Pedrinho, Serginho, Geovani, Elói, Ernani, Roberto Dinamite e Marquinho / Técnico : Antônio Lopes
NÁUTICO: Pimenta, Vilson, Zé Eduardo, Ivan, Alberís, Ademir Lobo, Manguinha, Baiano, Porto (Curió), Mirandinha e Zé Ronaldo (Silvinho) / Técnico : Luciano Veloso

VASCO DA GAMA (RJ) 2 X 0 BOTAFOGO (RJ)
Data
: 06/07/1971
Taça Guanabara
Local :
Estádio Do Maracanã / Rio De Janeiro
Arbitro : Carlos Floriano Vidal
Gols : Jaílson 44/1º e Dé 20/2º
VASCO DA GAMA: Andrada, Fidélis, Moisés, Renê, Batista (Ferreira), Alcir, Adílson, Jaílson, Dé, Valfrido e Gílson Nunes / Técnico : Paulo Amaral
BOTAFOGO: Ubirajara, Mura, Valtencir, Osmar, Paulo Henrique, Didinho (Marco Aurélio), Luís Cláudio, Roberto Carlos, Nílson, Paraguaio e Careca

VASCO DA GAMA (RJ) 1 X 1 ENTRERRIENSE (RJ)
Data : 24/06/1995
Campeonato Estadual
Local : Estádio Caio Martins / Niterói
Arbitro : Orlando Gomes Leonor
Público : 211
Gols : Frazão 41/1º e Edmílson 32/2º
Expulsão : Valdir (Vasco)
VASCO DA GAMA: Caetano, Pimentel, Sídney, Cláudio Gomes, Bruno Carvalho, Vianna, Luisinho, França, Frazão (Tinho), Clóvis e Valdir / Técnico : Alcir Portella
ENTRERRIENSE: Jefferson, Claudinei, Simão, Brasília, Mazinho, Ricardo, Joãozinho, Renato, Pintinho, Alexandre e Edmílson / Técnico : Zé Roberto

VASCO DA GAMA (RJ) 3 X 0 COMBINADO DE PETROLINA (PE)
Data : 09/07/1995
Amistoso Interestadual
Local : Estádio Associação Rural (Petrolina - PE)
Arbitro : Morais Câmara
Gols : Valdir 25/1º, Clóvis 26/1º e Clóvis 43/2º
VASCO DA GAMA: Carlos Germano (Caetano), Pimentel, Sídney, Ricardo Rocha (Tinho), Bruno Carvalho (Leonardo Siqueira), Luisinho (Geovani), Vianna, Richardson, Yan (Preto), Valdir (Brener) e Clóvis / Técnico : Alcir Portella
COMBINADO DE PETROLINA: Raílson, Santos, Júlio, Bira, Deba, Cleuber, Carlinhos, Juninho, Mauro Ivan, Mirim e Adílson

VASCO DA GAMA (RJ) 1 X 2 FLAMENGO (RJ)
Data :
29/07/1971
Taça Guanabara
Local : Estádio Do Maracanã / Rio De Janeiro
Arbitro : Aírton Vieira De Morais
Público : 18.603
Gols : Nei 31/1º, Rodrigues 44/1º e Fio 44/2º
VASCO DA GAMA: Andrada, Fidélis, Moisés, Renê, Batista, Gaúcho (Benetti), Pastoril, Jaílson (Valfrido), Ferreti, Dé e Rodrigues / Técnico : Paulo Amaral
FLAMENGO: Ubirajara, Murilo, Washington (Onça), Fred, Tinteiro, Liminha, Tales (Chiquinho), Nei, Fio, Zico e Rodrigues Neto / Técnico : Fleitas Solich

VASCO DA GAMA (RJ) 0 X 3 FLUMINENSE (RJ)
Data : 03/09/1966
Taça Guanabara
Local : Estádio Do Maracanã / Rio De Janeiro
Arbitro : Eunápio De Queiroz
Gols : Samarone 35/1º, Mário 32/2º, Lula 38/2º
VASCO DA GAMA: Édson Borracha, Oldair, Brito, Sérgio, Mendez, Maranhão, Danilo Menezes, Nado, Célio, Madureira e Moraes / Técnico : Zezé Moreira
FLUMINENSE: Jorge Vitório, Oliveira, Caxias, Altair, Bauer, Denílson, Samarone, Roberto Pinto, Amoroso, Mário e Lula / Técnico : Tim

3 comentários:

Warley Morbeck disse...

Grandes jogos é o que não falta

Warley Morbeck
http://flamengoeternamente.blogspot.com
http://eternabola.blogspot.com

Diego Louzada disse...

História sem igual repleta de glórias e vitórias.
Vamos torcer muito para que essa linda história não tenha um triste capítulo em 2008.
Precisamos muito das vitórias nesses oito jogos e que os craques do passado inspirem nosso presente.

Abraço e sds!

Saulo Milleri Biral disse...

A história do Vasco é muito bonita e não pode ser apagada agora. O Vasco precisa de muita força nessa reta final para sair dessa situação ruim. Esses jogadores do Vasco podiam se inspirar nos jogadores do passado, mas está difícil.